Aprenda a dizer “não”
Por Carla Venâncio

publicado em

Enquanto algumas pessoas acham muito simples dizer “não” para tudo, outras sofrem e sentem dificuldade na hora de negar algo a alguém. Se você se sente constrangido de dizer “não” a um vendedor, a um colega de trabalho, a um cliente ou até mesmo a um parente, saiba que, em algumas situações, o “não” é bem-vindo. Quando você sentir que os benefícios de usá-lo superam os benefícios de um “sim”, vale a pena encarar o desconforto e optar pela negativa. Entretanto, se você não sabe como fazer isso, fique tranquilo: selecionei cinco dicas para ajudá-lo.

Estratégia 1: PEÇA UM TEMPO

Sempre que alguém lhe pedir um favor, conte até três antes de dar a resposta ou peça um tempo para pensar. Diga, por exemplo, “Vou conferir minha agenda e dou um retorno a você”. Isso lhe dará tempo para avaliar com clareza se você pode dizer “sim” ou se o melhor é dizer “não”. No caso de uma negativa, prepare o que dirá e isso facilitará a conversa.

Estratégia 2: USE O “NÃO” SUAVE

Ao receber uma solicitação, agradeça o convite e recuse-o educadamente. Por exemplo: há algum tempo, fui convidada para participar de uma Live. Eu estaria ajudando um amigo, mas, por outro lado, eu gastaria no mínimo três horas preparando o conteúdo e participando do evento. Então optei por recusar já que tinha outras prioridades e disse mais ou menos o seguinte: “Adorei o seu projeto e agradeço imensamente o convite, mas estou envolvida com a elaboração de um curso on-line e preciso me dedicar a isso a fim de finalizá-lo. Em outro momento, será um prazer participar”.

Estratégia 3: SIM. MAS O QUE DEVO DEIXAR DE FAZER EM TROCA?

Imagine a seguinte situação: você chega em casa e alguém solicita que você prepare o jantar e cuide das crianças. Entretanto você já tinha o plano de consertar o varal que estava quebrado. Diga: “Tudo bem, posso priorizar essa tarefa”. E pergunte: “O conserto do varal pode ficar para outro dia?”. Com essa pergunta, você e a pessoa que solicitou a tarefa vão negociar as prioridades e chegar a um acordo. Acredito que esta estratégia seja muito útil nas relações profissionais, nas quais as demandas urgentes são constantes. Nesses casos, negociar se torna imprescindível.

Continua depois da publicidade…

PUBLICIDADE

https://www.sympla.com.br/coaching-em-grupo-para-mulheres__1531493
https://www.sympla.com.br/coaching-em-grupo-para-mulheres__1531493
previous arrow
next arrow
live rota da mulher rica
live rota da mulher rica
previous arrow
next arrow
anuncie-na-dolce-post
presenca online-campanha-post (2)
previous arrow
next arrow

Estratégia 4: USE O BOM-HUMOR

Imagine que você receba uma ligação e o vendedor lhe ofereça uma proposta incrível, mas que você não deseja. Você pode usar o “não” suave e dizer: “Não tenho interesse no momento”. Outra opção é usar o bom-humor. Fale, por exemplo: “Vou passar essa, meu amigo” ou “Nem que a vaca tussa”. De um jeito ou de outro, você terá cumprido o seu objetivo.

ESTRATÉGIA: 5 APRESENTE ALTERNATIVAS

Nesta estratégia, você diz ao solicitante “Não consigo fazer o que você me pede, mas posso fazer isso para ajudá-lo” e apresenta a ele uma alternativa que seja viável para você. Em várias oportunidades, recebo solicitações de alunos pedindo ajuda para aprender aspectos de português. Quando não posso marcar uma aula para aquele momento, procuro vídeos ou textos que possam esclarecer algumas dúvidas, envio a eles e digo: “Não consigo marcar uma aula para hoje, mas já separei um vídeo para ajudá-lo. Depois de assisti-lo, anote suas dúvidas para que possamos esclarecê-las na nossa próxima aula. Pode ser?”. Dessa forma, eu apresento alternativas ao “não”.

E agora: qual estratégia você colocará em prática da próxima vez que precisar falar “não”? Conte para mim.

Um abraço e até a próxima.

Camada 1

Carla Venâncio é formada em Letras e Pedagogia com especialização em Gramática e mestrado em Língua Portuguesa pela PUC de São Paulo e professora dos cursos de Redação, Expressão e Atendimento ao Cliente no IDPC. Com experiência de mais de 25 anos na Educação, atua há 17 como professora universitária, além de ministrar aulas particulares e treinamentos no mundo corporativo sobre comunicação assertiva, atendimento ao cliente, redação e revisão gramatical. Autora dos livros “Como se escreve”, “100 Dicas de português para se dar bem na hora da paquera” e da coleção “Português para Profissionais de Sucesso”.

mulher-absoluta-in-company-banner
presenca-online-campanha-touche (6)
vinheta-abril-2021-banner (8)
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
Camada 1

Gostou deste artigo? Compartilhe!

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

os mais lidos na semana

Temas Procurados

Camada 1
mulher-absoluta-in-company-banner
presenca-online-campanha-touche (6)
vinheta-abril-2021-banner (8)
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow