Além do conhecimento técnico: veja como escrever um bom livro de negócios
Foto por MESSALA CIULLA no Pexels

publicado em

Book advisor traz dicas e alguns cuidados importantes para os autores da área corporativa

Não é novidade que o ambiente de negócios está em constante transformação. A humanização desse universo segue como uma tendência em ascensão, principalmente nas médias e grandes empresas, que, a cada dia, vêm adotando medidas para elevar a satisfação e o bem-estar de seus colaboradores, e, como consequência, alcançar melhores resultados financeiros.

O autor de um livro de negócios precisa estar atento às evoluções constantes do mundo corporativo e saber que os leitores que buscam esse tipo de obra são profissionais à procura de solucionar questões do seu dia a dia.

Eduardo Villela, book advisor e profissional com mais de 17 anos de experiência nesse mercado, diz que “o leitor de livros de negócios está cansado daquela leitura maçante, formal e teórico-reflexiva demais. Ele está em busca de utilidade e aplicabilidade do conteúdo que possa ser inserido na sua realidade profissional”, diz.

Continua depois da publicidade…

PUBLICIDADE

https://www.sympla.com.br/coaching-em-grupo-para-mulheres__1531493
https://www.sympla.com.br/coaching-em-grupo-para-mulheres__1531493
previous arrow
next arrow
alelazarin-despertai-feed (1)
alelazarin-despertai-feed (2)
alelazarin-despertai-feed (3)
alelazarin-despertai-feed (4)
alelazarin-despertai-feed (5)
live rota da mulher rica
previous arrow
next arrow
anuncie-na-dolce-post
presenca online-campanha-post (2)
previous arrow
next arrow

É imprescindível que os bons livros desse nicho tragam cases, exemplos de boas e más práticas, metodologias, novas ferramentas de trabalho, exercícios e todo um contexto que aproxime o leitor, dando a sensação de conversar com ele. “O leitor precisa embarcar na jornada junto com os autores de uma forma mais leve e interessante”, enfatiza o book advisor.

O conceito técnico e toda a teoria aprendida em anos de estudo não devem ser deixados para trás, mas é importante trazer uma linguagem sucinta para alcançar um público leitor maior.

“É muito saboroso para o leitor ter contato com teorias e conceitos transmitidos em primeira pessoa por meio de uma boa história. O interesse pelo seu conteúdo, sua compreensão e retenção das informações contidas na obra são maiores em comparação a um texto rígido e tradicional”, finaliza Villela.

Camada 1

Eduardo Villela é Book Advisor e assessora pessoas, famílias e empresas na escrita e publicação de seus livros. Trabalha com escrita e publicação de livros desde 2004. Já orientou mais de 900 autores e lançou mais de 650 livros de variados temas, entre eles: comportamento e psicologia, gestão, negócios, universitários, técnicos, ciências humanas, interesse geral, biografias/autobiografias, livros de família e ficção infantojuvenil e adulta.

Colaboração da pauta:

DigitalTrix
https://digitaltrix.com.br/
Verônica Rocha

mulher-absoluta-in-company-banner
presenca-online-campanha-touche (6)
vinheta-abril-2021-banner (8)
alessandra-lazarin-banner
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
Camada 1

Gostou deste artigo? Compartilhe!

1 Comment


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

os mais lidos na semana

Temas Procurados

Camada 1
mulher-absoluta-in-company-banner
2021.07.27-campanha-telegram-mundi-banner
presenca-online-campanha-touche (6)
vinheta-abril-2021-banner (8)
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow