5 perguntas para se fazer antes de investir
Por Odete Reis

publicado em

Em minhas consultorias, mentorias, e treinamentos in company o que mais vejo são pessoas que deixam de investir seu dinheiro, ou por desconhecimento do mercado ou por insegurança.

O resultado disso é sempre dinheiro aplicado na caderneta de poupança, com rendimentos pífios e perdas consideráveis de rentabilidade, infelizmente.

É claro que para fazer bons investimentos, primeiro é necessário conhecer bem o ativo para não cair em golpes e pirâmides; o que está em alta nesses tempos.

Uma outra coisa que pode ajudar muito é saber fazer as perguntas certas na hora da aplicação financeira, para obter informações valiosas e assim investir com segurança e não correr o risco de perder dinheiro?

As instituições financeiras, como bancos, corretoras, cooperativas, fintechs etc cobram pelos seus serviços. Até aí tudo certo, mas é preciso fazer pesquisas e alocar seu dinheiro sem altos custos. 

Além disso, é de suma importância saber quais são os impostos, taxas de administração, corretagem e custos operacionais que podem incidir em seu investimento, antes da aplicação.

Portanto, fazer estas 5 perguntas, pode te livrar de investimentos não rentáveis e ruins, e claro, não perder dinheiro.

  1. Quanto custa o meu investimento?

Quais taxas e custos operacionais vão ser cobrados. Por exemplo, taxa de administração e taxa de corretagem. Se houver quanto custa, qual é a porcentagem? 

  1. Quais impostos que vão incidir no meu investimento?

Por exemplo: IR (Imposto de Renda), IOF (Imposto sobre Operações Financeiras). Se houver qual é a porcentagem? Em qual tabela o IR incide: tabela progressiva ou regressiva?

  1. Qual é o risco de eu perder o montante aplicado.

Se você estiver aplicando num produto com renda variável, existe sim possibilidade de perdas de sua aplicação. Fique muito atento.

  1. É possível resgatar sempre que eu quiser?

Dependendo do produto, tem alguns que tem carência e não permite o saque antes do vencimento sem perdas consideráveis.

  1. É possível renegociar as taxas do meu investimento?

Normalmente o gerente tem uma flexibilidade para isto. Quanto melhor for seu cadastro junto à instituição, mais chances você terá de uma boa negociação. Negocie bastante.

E por fim, tire um tempo do seu dia para aprender cada vez mais sobre investimentos e como fazer seu dinheiro render mais. Conhecimento é a base para o seu sucesso financeiro.

Diga $IM para Você!

Diga $IM para seu dinheiro!

Diga $IM para a realização dos seus sonhos!

Camada 1

Odete Reis é educadora financeira, palestrante e autora. Possui MBA em Gestão Estratégica de Negócios pela FMU, graduação em Gestão Financeira pela Uniesp e formação em língua alemã pelo Instituto Goethe de Stuttgart, Alemanha. Atuou por trinta anos como assessora executiva trilíngue (alemão, inglês e português) em diversas empresas multinacionais alemãs e nas área de mercados e capitais em instituições financeiras. Autora do livro “$IM PARA SEU DINHEIRO, guia prático de Finanças Pessoais” (Edicon) e coautora do “Excelência no Secretariado” – (Ser Mais), com o artigo “Diga SIM para você, para seu dinheiro e realize seus sonhos”. Idealizadora da “Metodologia $IM: Sonhar, Identificar e Mãos à Obra”. Colunista de finanças pessoais e investimentos do Jornal Diário de Suzano e colaboradora da TV Diário, afiliada da Rede Globo, e da Rádio Metropolitana AM 1070 de Mogi das Cruzes.

Odete Reis é mentora e idealizadora da Metodologia SIM.

Camada 1

Gostou deste artigo? Compartilhe!

1 Comment


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

os mais lidos na semana

Temas Procurados

Camada 1
mulher-absoluta-in-company-banner
presenca-online-campanha-touche (6)
vinheta-abril-2021-banner (8)
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow