Não se apegue ao seu cargo
Por Natália do Vale

publicado em

Em um dia de trabalho tive que sair da minha zona de conforto e saber se o secretariado realmente era para mim.

Minha supervisora pediu para ficar na sala da diretoria, porque a secretária não estaria lá, e o diretor iria chegar a qualquer instante, e não teria ninguém para atendê-lo.

Neste dia havia muito o que fazer, mas dei prioridade nas demandas do diretor, a compensação disto é que ele gostou do meu trabalho e depois pediu a secretária dele que me inscrevesse em um curso de Excel. E desde então, ele me solicitava relatórios entre outras demandas que somente eu conseguia entender o que precisava.

Graças a esta experiência tive muitas portas abertas em minha carreira, pelas habilidades que desenvolvi com as demandas de relatórios.

Considero este dia de muito aprendizado, porque tive a oportunidade de entender o que o diretor precisava e mostrar minhas habilidades. Mas talvez para outros que tivessem em meu lugar surtaria, e provavelmente iria questionar seu superior que não era seu trabalho.

Eu acredito que as coisas deram certo para mim naquele dia, mesmo sabendo pouco das demandas, porque estava disposta a servir, e porque a secretária compartilhava seus conhecimentos comigo e sempre que precisava pedia ajuda para fazer algo relacionado a suas atividades. Foi neste momento que comecei a perceber que o secretariado era realmente para mim.

Mas não são todos que estão dispostos a esta posição de servir, mas somente de ser servido.

Estes que se apegam ao cargo, e não compartilham, suas demandas e seus conhecimentos de sua posição, e questionam o porquê estão fazendo o trabalho dos outros. São profissionais que estão perdidos sem direcionamento da sua própria carreira, porque o seu cargo é o seu limite.

É muito importante que os profissionais dos departamentos compartilhem demandas e conhecimentos, porque não sabemos o amanhã. E a empresa precisa continuar fluindo. Acredito que exista funcionários que pensam que a empresa seria nada sem sua ajuda, não desejo nunca ter um colaborador com este tipo de pensamento em minha empresa.

Precisamos sair em alguns momentos do operacional e pensar como executivo para avançar em nossa carreira.

Este tipo de atitude é um comportamento muito bem-visto na empresa, de compartilhar informação e conhecimento entre colegas, na etiqueta corporativa, o trabalho colaborativo deve ser exercitado todos os dias, porque o colaborador que pensa no bem da empresa e dos seus colegas, terá sempre oportunidades e uma carreira promissora. 

Camada 1

Natália do Vale é formada em Secretariado Executivo Trilíngue. Encontrou em sua profissão uma forma de empreender. Atualmente é secretária remota e presta seus serviços para clientes com diferentes perfis no mercado e com secretárias virtuais parceiras. Como sua jornada é sempre no caminho do conhecimento, teve a oportunidade de trabalhar na escola de etiqueta britânica. Adquiriu conhecimentos que foram fundamentais para sua carreira e para o seus negócios. Por isso criou o Projeto Etiqueta para Secretariado para que todos os profissionais que estão em busca do seu desenvolvimento pessoal e profissional possam criar conexões profundas com pessoas que irão ajudar atingir seus objetivos

Camada 1

Gostou deste artigo? Compartilhe!

4 Comments

  1. Comigo aconteceu algo bem parecido. Eu era assistente de um diretor e contrata por através de uma empresa terceirizada. Ganhava um terço e trabalhava dobrado em relação à uma secretária de um outro diretor que estava na empresa há 14 anos.
    Ela atrasava demais e começou a faltar, o diretor dela precisava dos serviços e me pedia algumas coisas urgentes. Mesmo eu estando super atarefada, atendia-o. Um dia cansei, pedi para aumentarem o meu salário, eu fazia pós em secretariado e inglês, e esta secretária nem técnico tinha como secretária. Pedi demissão, fiquei apenas aquela semana.
    Seis meses depois eu estava viajando de férias fora do Brasil quando recebi um e-mail deste diretor me convidando para trabalhar no lugar da secretária dele.
    Entrei lá e agora em janeiro, completei 16 anos de empresa, com muitas promoções e reconhecimento!

    • Olá Fabio,

      Fico muito feliz que tenha gostado do artigo.


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

os mais lidos na semana

Temas Procurados

Camada 1
mulher-absoluta-in-company-banner
presenca-online-campanha-touche (6)
vinheta-abril-2021-banner (8)
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow