Cuidado com a música que você escuta antes de tomar decisões
Por Alessandra Lazarin

publicado em

As músicas, assim como os outros sons, causam várias emoções de diferentes intensidades, podendo ou não ser benéficas ao nosso cérebro.

Elas podem induzir estados alterados de consciência como acalmar o estado mental por meio de uma música lenta, enquanto ritmos mais rápidos tendem a gerar iniciativa de ação.

Quantas vezes eu chegava ao escritório com a cabeça à mil, parecia que já havia gastado toda minha energia nas primeiras horas da manhã. Eu escutava o noticiário na rádio com temas diversos, bons e outros não tão bons, som de buzinas, barulho do motor dos carros, engarrafamento, muitas coisas ao mesmo tempo. E quando chegava para trabalhar estava estafada!!

Depois que notei que chegava muito agitada ao escritório, comecei a alterar um pouco minha sintonia pela manhã no trânsito de São Paulo, comecei a ouvir músicas mais calmas, algumas mais antigas bacanas que me faziam ficar mais serenas. E funcionou este treinamento.

Agora quero apresentar para você a importância da música no nosso dia a dia. Na série da NETFLIX “100 Humans” foi feito uma experiência com 100 pessoas sob o efeito de músicas mais lentas e a outra turma com músicas mais agitadas.

As pessoas que estavam mais agitadas assumiram vários riscos diante de algumas decisões. Já as que estavam escutando uma música com o ritmo mais lento, avaliavam muito mais os riscos e ganhos antes de tomar as decisões durante a experiência.

A música serve para desviar a sua atenção! Já percebeu que nas lojas, telemarketing, academia, entre outros sempre tem uma música de fundo? Elas têm um propósito de estarem lá!

Como o cérebro possui uma capacidade limitada de recebimento de informações, é provável que acabemos por prestar mais atenção à música do que ao movimento que acontecem ao nosso redor.

A música causa efeitos curiosos em nosso cérebro, chegando a influenciar, inclusive, hábitos de consumo, tomadas de decisões e a forma como percebemos o passar do tempo.

A ciência nos apresentou alguns mecanismos que fazem da música uma ferramenta poderosa e ela afeta todo o sistema nervoso autônomo, que controla ações involuntárias. E assim, tem efeito sobre a nossa pressão arterial, o batimento cardíaco e o sistema que regula nossas emoções e sentimentos.

A música também pode melhorar nosso bem-estar mental, principalmente músicas alegres e reverbera no nosso humor de forma bem mais positiva, elas são contagiosas.

Foto de cottonbro no Pexels

Vou te passar um exercício para praticar:

  • Para manter o seu bom humor e otimismo, faça uma playlist com músicas que o ajude a se ativar e a se sentir mais positivo. Escolha conscientemente as músicas que te faça sentir vivo, com energia. Lembre-se as músicas provocam emoções, e com isso geram comportamentos. Faça com que suas músicas sejam positivas e que possa elevar sua autoestima.
  • Se estiver passando por algum problema ou desafios que precisam de uma maior atenção, tomadas de decisões importantes, busque escutar música mais calmas, instrumentais inclusive, para que o seu cérebro esteja relaxado e mais focado.
  • Mas, caso esteja passando por contratempos, tristezas, frustrações, evite escutar músicas que o faça ficar mais deprimido ou que provoque lembranças mais tristes ou problemáticas.

Você precisa tomar melhores decisões sobre a sua vida e seus comportamentos, leve inteligências frente às suas emoções. Escolha cuidadosamente o que lhe cerca para que o influencie de forma positiva.

Você tem alguma música preferida que o ajude a manter o bom humor ou a se concentrar mais? Quero saber! Compartilhe comigo.

Espero ter ajudado você de alguma maneira, depois compartilhe este artigo para outras pessoas, isso pode ajudar mais alguém!

Um abraço,

Ale Lazarin

Camada 1

Alessandra Lazarin é multiempreendedora, palestrante, Coach e Mentora de Carreira, Vida e Negócios. Certificada como Leader and Professional Coach, Master Coach em Inteligência Emocional, Propósito e Sentido da Vida. Por mais de 20 anos atuou na área executiva, desenvolvendo e gerenciando projetos, liderando equipes e organização de eventos nacionais e internacionais. É Bacharel em Secretariado Executivo Bilíngue (espanhol) com ênfase em Administração de Empresas e Especializações em Sustentabilidade, Responsabilidade Social e Voluntariado Empresarial.

Camada 1

Gostou deste artigo? Compartilhe!

5 Comments

  1. Alessandra,
    Adorei esse artigo!
    Sou muito ligada em músicas e tenho um gosto bem eclético.
    Ouço Cantos Gregorianos, Gonzaguinha, Roberto Carlos e Samba Enredo rs
    Tudo depende do dia e do momento!
    Parabéns!

    • Walkiria, fiquei feliz pelo feedback.. continue escutando suas música rsrs… mas você viu que antes das tomadas de decisões escolha suas música com estratégia rs… Obrigada e um grande beijo!

  2. Ale para variar seu artigo foi ótimo. Muito bom. Obrigada por trazer esse tema. As vezes ficamos tão cansadas e nem sabemos de onde vem tanta estafa logo pela manhã.
    Parabéns!

    • Bárbara querida!! Obrigada pelo seu feedback e que bom saber que você tem acompanhado meus conteúdos! Vamos juntas!! Beijos

  3. Alessandra, gostei muito do seu artigo.
    Gosto muito de música também.
    Vou criar algumas playlists.
    Obrigada por abordar o tema.

    Renata


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

os mais lidos na semana

Temas Procurados

Camada 1
mulher-absoluta-in-company-banner
presenca-online-campanha-touche (6)
vinheta-abril-2021-banner (8)
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow