Em que mundo você está?
Por Natália do Vale

publicado em

“Os tempos são líquidos porque, assim como a água, tudo muda muito rapidamente. Na sociedade contemporânea, nada é feito para durar.”
Zygmunt Bauman

Zygmunt Bauman foi um grande escritor e sociólogo. Li seu livro Modernidade líquida três vezes na época da faculdade e não entendia. Professores mencionaram na aula, mas minha mente não conseguia imaginar e entender a profundidade desta obra.

Foi somente quando parei de viver somente no meu mundo e buscar o novo, que então, a ficha caiu!

O mundo que eu conhecia tudo era limitado. Havia somente uma opção e uma única forma de realizar as coisas. Hoje percebo que quando a solução não vem à mente sobre qualquer situação que eu esteja passando, é porque preciso expandir mais. E como o autor mostra que tudo está em constante mudanças, a solução de ontem não serve mais para o problema de hoje. Precisamos nos adaptar.

Isso é bem nítido ao observamos o mercado quando a preferência de serviços está inclinada à inovação e liberdade, ou seja, empresas que estão no mercado há anos, estão perdendo para empresas do mesmo setor que surgiram de cinco anos para cá.

Então em qual mundo estamos?

Para ter dimensão de como entender o mundo atual, o antropólogo e futurista Jamais Cascio criou o conceito BANI. 

  • Com o princípio de que o mundo é frágil, que a certeza de hoje, não será a mesma de amanhã.
  • O mundo da Ansiedade, tentativa de estar no controle, em um mundo incerto.
  • Não sabemos de origem, e para onde vão as informações. Não linearidade
  • Com a mudança e acontecimentos repentinos, é um mundo incompreensível

Entender as suas capacidades para lidar com o momento é muito importante.

Pessoas que tem autonomia em suas demandas; preveem problemas e já se posicionam para solução; tem domínio de ferramentas diversas; e são assertivas; conseguem se adaptar a este novo mundo e se qualificarem profissionalmente. Mas esta adaptação somente é possível para pessoas que buscam melhorar suas aptidões a cada dia. 

Um dos princípios da etiqueta é observar o que é preciso mudar em si mesmo. Entender, corrigir e romper com aquilo que é destrutivo para si, e desta forma, ser uma pessoa melhor.

Camada 1

Natália do Vale é formada em Secretariado Executivo Trilíngue. Encontrou em sua profissão uma forma de empreender. Atualmente é secretária remota e presta seus serviços para clientes com diferentes perfis no mercado e com secretárias virtuais parceiras. Como sua jornada é sempre no caminho do conhecimento, teve a oportunidade de trabalhar na escola de etiqueta britânica. Adquiriu conhecimentos que foram fundamentais para sua carreira e para o seus negócios. Por isso criou o Projeto Etiqueta para Secretariado para que todos os profissionais que estão em busca do seu desenvolvimento pessoal e profissional possam criar conexões profundas com pessoas que irão ajudar atingir seus objetivos

Camada 1

Gostou deste artigo? Compartilhe!

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

os mais lidos na semana

Temas Procurados

Camada 1
mulher-absoluta-in-company-banner
2021.07.27-campanha-telegram-mundi-banner
presenca-online-campanha-touche (6)
vinheta-abril-2021-banner (8)
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow