Que tal desenvolver sua inteligência emocional com as princesas da Disney?
Walt Disney, Public domain, via Wikimedia Commons
Por Alessandra Lazarin

publicado em

Desde muito jovem percebi que eu não assistia filmes, desenhos apenas por assistir, sempre fui muito curiosa e queria entender os motivos e emoções envolvidas nos personagens.

E ainda continuo assim, busco a essência e ensinamentos em séries, filme, desenhos, crônicas, enfim, através destes personagens tento tirar proveito para aplicar na vida real.

E se você analisar alguns personagens eles nos ensinarão muitas coisas relacionadas ao desenvolvimento humano.

Descobri que posso aprender sobre inteligência emocional com cada uma das princesas da Disney e hoje quero te convidar a analisar comigo como podemos colocar em prática. Vamos juntos?

  1. CINDERELA – ACREDITE EM SEUS SONHOS

As vezes nos sentimos desmotivados, sem esperança e paramos de sonhar! 

Sonhar e acreditar não custa nada, não é verdade?

Cinderela traz esta lição, sonhar e acreditar em nossos sonhos, em nossos objetivos. 

Sonhar é projetar futuro. 

Pense que sem sonho, sem objetivos, sem motivação, você não gerará a ação necessária para impulsionar sua carreira e sua vida.

Se realmente quer alçar voos maiores ou melhores, tenha um plano e trabalhe para conquistá-lo!

  1. A PEQUENA SEREIA – ARRISQUE

Em qual concha você está se escondendo? Ou melhor, sua concha está confortável, ou você está querendo crescer e não está mais cabendo nela?

A zona de conforto nos limita a viver algo tão mais interessante, tão mais estimulante, tão mais alinhado a aquilo que merecemos. 

Ariel (Pequena Sereia), de pequena não tinha nada, lá dentro tinha uma grande mulher guerreira, que assumia a responsabilidade de quebrar padrões e paradigmas, que as fez viver de modo diferenciado. 

A lição da Ariel é que podemos nos aventurar fora da nossa “concha” e alcançar impossíveis, que muitas das vezes fomos nós que nos impusemos limites. 

E além disso ela nos ensina a importância de honrar nossos compromissos e palavra.

O QUE ESTÁ LHE IMPEDINDO DE SAIR DESTA CONCHA? 

  1. BELA – NÃO JULGUE PELAS APARÊNCIAS

Bela se apaixonou pela Fera apesar de sua aparência.

Você já imaginou se ela tivesse dado ouvidos às pessoas? Ela simplesmente não teria vivido tantas emoções que as fizeram crescer como mulher, como ser humano. Ela foi amada, cuidada, protegida, tratada como ela merecia. 

Julgar alguém pela 1ª. impressão é um erro que todos cometemos, porém você pode aprender muito ao se aproximar dos seus colegas de trabalho, do seu convívio pessoal. 

Busque a empatia, desenvolva sua inteligência emocional, conheça alguém antes de tirar suas conclusões.

O medo de ser julgado pelas outras pessoas funciona como uma prisão porque muitas vezes deixamos de fazer o que realmente temos vontade de fazer, deixamos de ousar somente pela preocupação do que os outros irão pensar ou dizer a nosso respeito. Esse medo pode ser considerado uma crença limitante da qual pode ser limpa ou curada. Sempre há luz no fim do túnel ou talvez uma rosa de uma “fera” (risos)!

  1. BRANCA DE NEVE – SEJA POSITIVA

Branca de Neve sofreu muito na história, ela perdeu a mãe, perdeu o glamour do castelo, foi ameaçada de morte e abandonada numa floresta, e ainda assim ela consegue ser positiva, ver o outro “lado da moeda”. 

Mas como você pode ter atitudes positivas num ambiente profissional, diante de tantos desafios no dia a dia?

É normal achar que o outro é que deve tornar o seu local de trabalho mais equilibrado e prazeroso, mas sabia que com pequenas atitudes positivas você pode transformar este ambiente?

Com pequenas atitudes, você pode gerar grandes mudanças.  A maneira como você trata seus colegas produz efeitos. Se for gentil, respeitoso, agradável, os efeitos ou os frutos serão positivos. Mas se for tratar com comportamentos ou atitudes negativas, elas também voltarão: causa e efeito, lembra?

Uma boa atitude pode fazer toda a diferença em qualquer ambiente.

  1. BELA ADORMECIDA – SEJA PACIENTE

A Bela Adormecida nos ensina uma lição tão importante nos dias de hoje, a PACIÊNCIA 

Ela tem que esperar muito para alcançar a sua verdadeira felicidade. Ela não teve a oportunidade de ser feliz durante a sua jornada, pois foi tirado 100 anos de sua vida!

O QUE TEM TIRADO OS ANOS DA SUA VIDA?

Ser impaciente pode trazer muitos malefícios.

Quando ficamos irritados e impacientes, os níveis de estresse e adrenalina aumentam. Existem outros perigos vinculados à falta de paciência que à primeira vista, não parecem tão evidentes, 

Te convido a viver de forma equilibrada, você é tão capaz, que nem imagina!

Tome sua decisão hoje! Autoconhecimento e inteligência emocional podem lhe ajudar, mas é só quando você colocar em prática é que começará a viver como você merece. 

  1. RAPUNZEL – PODER DA DECISÃO

importância de se tomar uma decisão. É fundamental aperfeiçoar o processo de decisão

Rapunzel se deparou com momentos de dor, frustração, impaciência e insegurança como todos nós passamos na trajetória da vida. Ela passou por vários momentos difíceis, mas passou! Para isso ela precisou tomar algumas decisões.

A vida é cheia de oportunidades, escolhas e consequentemente decisões.

A verdade é que, quando você tem o poder de decidir, abre um leque de novas oportunidade, experiências, sensações, ideias, comportamentos e sentimentos. 

Quando você assume a rédea da sua vida, você decide quem se sentará à sua mesa, quem você dará liberdade para dar conselhos, quem poderá entrar na sua vida, quem poderá dar opiniões e quem deverá continuar ao seu lado. 

Uma pessoa possui poder de decisão quando:

  • Pratica o autoconhecimentoe, por isso, entende o que faz ou não sentido fazer;
  • Visualiza o processo como um todo;
  • Não pula nenhuma das etapas para se decidir;
  • Não se deixa levar pela emoção, seja ela negativa ou positiva;
  • Busca informações para se embasar, não é aleatório;
  • Não tem medo de tomar uma decisão errada, pois todos estão sujeitos a isso;
  • Consegue tirar reflexões poderosas durante o processo de julgamento;
  • Possui inteligência emocional para lidar com as possíveis adversidades;
  • Consegue formular meta e objetivos possíveis
  • Não responsabiliza outras pessoas e age por si só.

Que tal ser uma Rapunzel?

Espero que você tenha aprendido com as personagens! Se você colheu mais alguns ensinamentos com estas personagens me deixa saber. Escreva nos comentários e me dê seu feedback!

Camada 1

Alessandra Lazarin é multiempreendedora, palestrante, Coach e Mentora de Carreira, Vida e Negócios. Certificada como Leader and Professional Coach, Master Coach em Inteligência Emocional, Propósito e Sentido da Vida. Por mais de 20 anos atuou na área executiva, desenvolvendo e gerenciando projetos, liderando equipes e organização de eventos nacionais e internacionais. É Bacharel em Secretariado Executivo Bilíngue (espanhol) com ênfase em Administração de Empresas e Especializações em Sustentabilidade, Responsabilidade Social e Voluntariado Empresarial.

Camada 1

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

3 Comments

  1. Gosto da leveza e reflexão de suas palavras nesse artigo. Sempre aprendemos com o que nos rodeia e quando estamos disponíveis a observar e entender o porquê de toda situação. Grata pelo texto!

  2. Elizabeth, tudo bem? Muito obrigada por compartilhar seu feedback com gente. Realmente se formos atenciosas, podemos sempre aproveitar o que há de melhor ao nosso redor e transformar em aprendizado. Continue lendo meus artigos e conteúdos, grata pelo carinho. Abs

  3. Adorei o conteúdo. Parabéns, Alessandra.


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2021.07.27-campanha-telegram-mundi-banner
cestoupresentes-banner
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow

os mais lidos na semana

Temas Procurados

Camada 1
2021.07.27-campanha-telegram-mundi-banner
presenca-online-campanha-touche (6)
vinheta-abril-2021-banner (8)
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow