Quem não se comunica…
Por Márcia Soboslay

publicado em

Mesmo que você seja da geração Y ou que tenha nascido a partir da década de 90, com certeza você já deve ter ouvido falar na frase que ficou famosa e eternizada por um dos maiores comunicadores do Brasil, o eterno ícone do rádio e da televisão, Chacrinha. Em seus programas de auditório semanais ele sempre dizia: “Quem não se comunica, se trumbica”. E apesar de um certo ar caricato, essa frase carrega um conceito extremamente importante e fundamental para a sobrevivência humana, tanto no âmbito pessoal quanto no profissional.

A comunicação é um dos elementos que se desenvolveu juntamente com a evolução da espécie humana. Antes mesmo da fala, os homens das cavernas, nossos ancestrais mais primitivos, usavam gestos, sons, expressões e grunhidos para se comunicar. Tempos depois, a comunicação passou a contar com desenhos rupestres, feitos com tintas naturais, pintadas nas paredes.

Ao longo do tempo, a linguagem evoluiu e a fala se tornou a maneira mais rápida e prática de comunicação e, consequentemente, a mais complexa.

Além de muitos idiomas, hoje temos, também, diversas formas e meios de comunicação que usamos para expressar nossas ideias, desejos, medos, tristeza, etc. Os antigos desenhos rupestres desenhados nas paredes das cavernas foram substituídos por imagens projetadas em telas de smartphones, computadores e tablets e compartilhadas com pessoas do mundo inteiro com apenas um clique.  

A evolução da comunicação passa, também, pela criação e desenvolvimento de diversos veículos como jornais, livros, fotos, imagens, filmes, músicas, e-mails, redes sociais e todas as demais formas que o ser humano usa para se relacionar, sejam essas verbal ou não verbal.

Vamos nos focar na comunicação verbal que é tudo aquilo que podemos transmitir através de palavras, de forma escrita ou oral.

No caso do nosso idioma, o português, há muitas diferenças entre aquilo que falamos e aquilo que aprendemos na escola, a chamada Norma Culta. E esse é um dos motivos que dá ao nosso idioma o título de uma das línguas mais difíceis do mundo. E isso pode, até, servir de explicação para tantas aberrações linguísticas, mas o fato é que desconhecer o próprio idioma e cometer erros gramaticais básicos podem causar profundos danos em qualquer tipo de relação, seja essa, pessoal ou profissional.

É através da comunicação que nos relacionamos, que demonstramos nossos sentimentos, que descrevemos nossos planos, que nos posicionamos diante de determinado assunto e que nos projetamos para o mundo.  Por isso, não é exagero dizer que ela tem um valor e um peso imensurável para a nossa sobrevivência. Como exemplo disso, posso mencionar o recente caso da jornalista de uma famosa emissora mundial que disse a seguinte frase: “Não saia daí porque agora, infelizmente, a gente vai falar de notícia boa, mas com valores não tão expressivos”. Na realidade, o que ela quis dizer é que “mesmo a notícia sendo boa, infelizmente os valores não são tão expressivos”. E com este erro básico ela foi massacrada por muitos e quase colocou o seu emprego em risco.

Então, fique alerta com tudo o que você fala e, principalmente, com o que você escreve. É a sua imagem que está sendo transmitida junto com as suas palavras.  Se no passado foi necessário carregar pedras e construir imensos monumentos para fazer história, hoje nós podemos deixar nossa marca com apenas alguns cliques. Por isso mesmo, toda atenção é vital.

Camada 1

Márcia Soboslay é Secretária Executiva há 38 anos. Tem formação técnica em Secretariado, Graduação em Análise de Sistemas e Pós-Graduada em Docência no Ensino Superior. Palestrante e docente sobre temas ligados à língua portuguesa como Redação Empresarial, Nova Ortografia e Comunicação Assertiva. Participou do COINS – Congresso Internacional de Secretariado em 2019 onde apresentou o trabalho: “A ineficácia no aprendizado da língua portuguesa na educação básica e sua influência na atuação do profissional de secretariado”. Escritora e redatora de artigos diversos, inclusive para revistas especializadas na área secretarial.

Camada 1

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Camada 1
2021.07.27-campanha-telegram-mundi-banner
presenca-online-campanha-touche (6)
vinheta-abril-2021-banner (8)
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow