Toda jornada começa com o primeiro passo. Será?
Imagem por NeONBRAND em Unsplash
Por Andrea Rehem

publicado em

Vamos abraçar essa provocação, antes de continuar a ler o artigo. Dê uma pausa e relembre uma viagem que tenha feito e da qual tenha boas lembranças. Desfrute da sua imaginação para explorar essa capacidade de revisitar certos lugares que nos fazem bem. Para que essa viagem tenha acontecido, você deve ter feito uma pesquisa de lugares alinhados ao seu interesse, necessidade, tipo de experiência que você gostaria de ter, pontos para visitar, o período, temperatura local para selecionar suas roupas, distância, companhia, orçamento. Ou seja, para que você realizasse essa viagem foi necessário um planejamento, certo? Além disso, algo que trouxesse valor, realização pessoal conectada a satisfação de um anseio.

A importância das metas

Da mesma forma acontece com a nossa vida. Ter metas e planejar como atingi-las potencializam a realização, do que antes estava apenas nos seus sonhos e pensamentos.

Podemos afirmar que toda jornada começa antes do primeiro passo, com uma pergunta norteadora, para dar a direção.

Tem uma citação do livro Alice no País das Maravilhas, do autor Lewis Carroll, onde Alice pergunta ao gato onde é a saída. Ele responde “depende” e Alice confusa indaga “de quê”? O gato que sorri responde “depende de para onde você quer ir”.

Receita de bolo

Não espere por receitas prontas. Muitas vezes com os mesmos “ingredientes” o resultado pode ser completamente adverso. Somos pessoas tão diferentes que, ao tentarmos nos comparar aos outros, negligenciaremos nossa própria verdade.

Nossas necessidades são dinâmicas e movimentam nossos interesses. O que você desejou para a sua vida neste ano, possivelmente tenha sido impactada por esse cenário cada vez mais instável e complexo.

Plano B 

Retomando nossa viagem do início, pensando de forma prática, vale ressaltar que ter um plano B também é tão importante quanto ao A. Lembre-se do GPS que, embora você tenha local de partida e chegada, é possível recalcular a rota a todo instante.

Contudo, justamente por estarmos atravessando tempos tão desafiadores precisamos de metas específicas, mensuráveis, atingíveis, assim como quando você planeja sua viagem num desses aplicativos de transporte, por exemplo. 

Siga, apesar de!

Em várias situações, encontramos muitas dúvidas, até mesmo desculpas, para permanecermos onde estamos: falta de dinheiro, falta de conhecimento, descrença no potencial da ideia, tempo insuficiente e o medo de falhar.

Como disse Winston Churchill, primeiro-ministro da Inglaterra durante a Segunda Guerra Mundial: “Quando estiver atravessando o inferno, continue caminhando”. 

Por quê? A relevância das suas metas

Lembre-se do porquê você quer essa meta, traga relevância, identifique a importância para a sua realização pessoal, assim como o tempo que você se comprometeu a concretizá-la. 

No livro Em Busca de Sentido, do autor Viktor E. Frankl, reforça essa necessidade: “Quem tem um porquê aguenta o como”.

Traçar os nossos objetivos e de fato realizá-los, por meio de um planejamento coerente com as nossas potencialidades, acompanhamento sistêmico e constante, quer seja na vida profissional ou pessoal, fortalecem nossa autoconfiança, desenvolvem a capacidade para identificarmos novos interesses e rever nossas posições.

Sobretudo, comemore suas conquistas!! Você é a pessoa mais importante da sua vida. Diante das escolhas que foram necessárias, ganhos e perdas fizeram e fazem parte do processo de crescimento. Portanto a celebração é o usufruto daqueles que, apesar do medo, seguem adiante. 

Camada 1

Andrea Rehem de Macedo é assistente executiva há mais de 20 anos. Bacharel em Tradução e Pós-graduanda em Empreendedorismo e Gestão de Negócios. Estudou teatro, possui cursos em Comunicação Não Violenta, Gestão de Conflitos, Persuasão, Negociação, Oratória, entre outros. Paulistana de nascença, morou também em São Luís/MA, Rio de Janeiro/RJ, Vitória/ES. Atualmente é fundadora da ArmExec, empresa de assessoria executiva bilíngue remota. Participa de palestras para o público do secretariado e é colunista no Jornal 140, coletivo eletrônico. Nas horas vagas divide seu tempo entre a família, os amigos, a literatura e o mundo dos vinhos.

Camada 1

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Camada 1
2021.07.27-campanha-telegram-mundi-banner
presenca-online-campanha-touche (6)
vinheta-abril-2021-banner (8)
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow